Tendências para medicina e segurança do trabalho

O que é QSMS-RS qual sua importância e quais são as certificações
6 de maio de 2021
Como o Ambiente de trabalho influencia na produtividade
14 de maio de 2021

Medicina e segurança do trabalho são áreas dinâmicas que acompanham a evolução da tecnologia. Nesse sentido, toda empresa deve estar atenta às tendências que se apresentam para os anos vindouros, a fim de encontrar os melhores caminhos para se manter eficiente e competitiva.

Entre simuladores e sistemas de gestão, existem fortes perspectivas para a consolidação de produtos e serviços já disponíveis no mercado. Esteja atento e não chegue atrasado.

1. Simuladores de situações de risco

A utilização da realidade virtual permitiu criar simuladores de situações de risco no ambiente laboral. Com isso, pode-se, por exemplo, avaliar uma planta industrial e identificar os possíveis riscos existentes, reduzindo ao máximo a probabilidade de acidentes.

O mercado já oferece simuladores para diversos segmentos, fortalecendo as ações de segurança do trabalho. Além disso, trata-se de excelente instrumento para sensibilizar a alta direção da empresa quanto à importância dos cuidados e do engajamento da empresa com as novas tendências que facilitam o trabalho.

2. Capacitação gameficada

Seguindo a tendência de emprego da realidade virtual, a capacitação gameficada torna possível a utilização de jogos de saúde e segurança do trabalho nos treinamentos da empresa. O aprendizado dos principais tópicos das Normas Regulamentadoras garante sua aplicabilidade de modo mais consistente, menos cansativo, mais barato e mais adaptável quando falamos de flexibilidade de horários (os alunos podem acompanhar o treinamento conforme suas possibilidades e seus ritmos).

Algumas empresas já adotam a evolução do trabalhador nas fases do jogo simulado como critério de promoção a cargos que requeiram maior domínio dos cuidados tratados no aplicativo.

3. Sistemas de gestão

O sistema de gestão de saúde e segurança do trabalho na organização aprimora a gestão de riscos na empresa e facilita o atendimento às exigências da legislação. Gerenciamento, avaliação e auditoria estão entre as principais ferramentas disponibilizadas por um moderno sistema de gestão em saúde e segurança do trabalho.

Além do planejamento e acompanhamento das ações, permite ainda a formação de auditores internos e a implantação de um programa de auditoria, garantindo performance profissional e segura às atividades da empresa. Dessa forma, resultam, entre outros, benefícios como:

  • redução no número de acidentes do trabalho;
  • consequente redução de custos com acidentes;
  • diminuição do custo dos prêmios de seguro;
  • melhor aproveitamento do tempo (produtividade) com menos paradas e inatividade.

4. Telemedicina

A primeira consulta e atendimento que exija diagnóstico pode ser realizado de forma tradicional, isto é, presencial. No entanto, consultas de retorno ou de acompanhamento podem ser conduzidas por meio do teleatendimento.

Com a tecnologia utilizada entre profissionais até para o caso de suporte em cirurgias, não é difícil vislumbrar as facilidades advindas para a medicina do trabalho. O atendimento à distância permite maior eficiência e menores custos para as empresas.

5. Tecnologia em EPI

A tecnologia trouxe uma nova geração de equipamento de proteção individual: o chamado EPIn, agregando a terminologia inteligente à sigla. Um EPIn é capaz de coletar informações das condições do usuário e o ambiente onde labora e, a partir daí, sinalizar situações de risco ou medidas preventivas necessárias.

Esses dados podem ser enviados via wireless para sistemas de gestão que operam em tempo real. Assim, a identificação de riscos imediatos permite ações preventivas também imediatas e adequação de infraestrutura/ambiente e de procedimentos.

Fonte: Safe

Autenticação do Certificado